Formação

Você está em: Home / Formação

A jovem no período de Formação procura integrar em seu tempo a oração, o estudo, o trabalho e a convivência com pessoas de sua comunidade.

Oração – Através da oração pessoal, da meditação da Palavra de Deus, da participação na Eucaristia, a vocacionada vai descobrindo seu chamado e criando raízes mais profundas no seguimento de Jesus Cristo.

Estudo – Durante o tempo de Formação inicial, bem como depois, as ursulinas valorizam muito a formação em seus múltiplos aspectos. Por estudo compreendemos as aulas, o tempo individual de estudo, as leituras, tudo o que comporta formação, tanto profissional, quanto humana.

Apostolado – Chamamos de apostolado, a forma de evangelizar. Neste sentido, a jovem desde o momento que ingressa em nossas comunidades, começa sentir-se parte integrante da obra de Evangelização.

Todo o serviço desenvolvido na Catequese, no Ensino Religioso, na animação das comunidades ou em outras dimensões do relacionamento humano, está contribuindo para o anúncio do Evangelho.

Vida Comunitária - Normalmente as jovens vivem em comunidade, orientadas por Irmãs formadoras. Possuem sua vida particular, partilhando entre si seus momentos de alegria e dificuldades. Em comunidade também rezam e realizam suas atividades apostólicas. Esforçam-se para viver o espírito comum do grupo levando em consideração as diversi-dades culturais das regiões brasileiras ou países diversos.

A comunidade é o lugar onde a jovem vai aprendendo a conhecer a si mesma, respeitando o outro, criando dessa forma um nível bom de consciência comunitária.



 Etapas da Formação Ursulina

A Formação é o processo que se desenvolve em diferentes etapas, realizando-se de forma gradativa, sistemática, complementar e unitária. Cada etapa complementa e aprofunda a formação nas diversas dimensões – humana, espiritual, afetiva, intelectual...             


Pastoral Vocacional:

É o início da caminhada. Caracteriza-se por ser aquele tempo em que a jovem mantém correspondência com as ursulinas, visitas, contatos diretos com as comunidades, participação em encontros vocacionais, períodos de convivência até o momento em que decide ingressar-se.

Aspirantado – Marca o ingresso para uma convivência mais prolongada com as irmãs de uma das comunidades ursulinas espalhadas pelo Brasil. Corresponde ao término dos estudos de 2º grau. Caracteriza-se por ser o tempo de aprofundamento e de conhecimento maior do carisma, de descoberta das motivações que levam a jovem à Vida Religiosa. Terminando este período, a jovem encaminha-se a etapa seguinte.

Postulantado – Nessa etapa, a jovem é chamada a assumir, de modo bem concreto sua vocação, verificando se sente chamada por Deus e se possui as aptidões necessárias para evagelizar através da educação formal e não- formal. Neste período, a jovem recebe preparação intensa para o Noviciado.

Noviciado – Marca o início da Vida Religiosa. É o período reservado para a jovem vivenciar as exigências da vida consagrada. É tempo privilegiado de oração, reflexão, conhecimento das constituições da congregação. É um tempo de maior interiorização.

Juniorato – É a etapa que assinala o caminho da opção definitiva(profissão religiosa perpétua). É tempo de contato direto com o apostolado na sua globalidade; treinamento mais intenso para vida profissional. A jovem experimenta e participa de forma mais intensa da vida evangelizadora da congregação, condividindo com outra ursulinas a responsabilidade da vida comunitária e apostólica.

Formação Permanente – É a etapa vivida após a profissão perpétua, que marca o ingresso definitivo na congregação. É tempo de viver plenamente a missão de educar, segundo o coração do Mestre Jesus, conforme orientações de Sta. Ângela Merici. É durante a formação permanente que a ursulina procura dar continuidade a seu amadurecimento humano, visto que este é um processo inesgotável.

Developed by PlaneStone
Copyright © 2017 - Ursulinas da União Romana.
Proibida a cópia total ou parcial sem prévia autorização. Todos os direitos reservados.