Santa Ângela

Você está em: Home / Santa Ângela

Essa história é verdadeira. É a história de uma Santa. Uma Santa que impelida pelo Espírito, remou contra a maré, uma Santa moderna, não obstante o hábito um tanto medieval de terceira franciscana, e que deveria agradar, especialmente às moças e as senhoras do séc. XX e XXI. Uma Sta. Que plantou uma sementinha na Igreja do seu tempo; E esta semente transformou-se numa grande árvore de ramos numerosos.

As filhas de Sta. Ângela estão espalhadas no mundo inteiro: Ursulinas seculares, Ursulinas religiosas, todas unidas, fraternalmente no amor da mesma Mãe, Ângela Merici.

Ângela nasce por volta de 1474, em Desenzano, Itália. Cresceu na liberdade dos campos, trabalhando, brincando ou na monotonia das tarefas cotidianas com seus três irmãos e uma irmã.

Após a perda da irmã mais velha e pouco tempo depois da morte inesperada dos pais, Ângela vai viver em Saló com seu tio.

Ângela faz-se terceira franciscana para seguir Jesus mais de perto.

Volta para Desenzano e retoma a vida de sempre. Uma vez teve uma visão - uma escada entre Céu e Terra: Intenção Profética da Companhia de Virgens que ela deveria, um dia instituir na Igreja.

Ângela aceitou humildemente ser um "Instrumento" de que Deus se serviria como e quando quisesse. E para isto, se preparou através de uma profunda vida de piedade e de um apostolado constante, congregando todos os que dela se acercavam num trabalho de cristianização da sociedade.
Não pensava em isolar-se, mas era neste mundo, nesta sociedade que queria consagrar-se à Deus.

A mulher, na época, não tinha nenhuma liberdade de opção quanto ao próprio futuro: a família decidia pelo casamento (sobretudo se ela fosse pobre) ou pelo mosteiro (sobretudo se ela fosse rica).

Ângela, movida pelo Espírito Santo e confiante na capacidade da mulher, institui outro estado de vida. Ela aponta um terceiro caminho: o das mulheres vivendo no mundo como consagradas à Deus.

O fato de escolher, livremente, esse estado de vida, constituía um grande passo rumo à promoção da mulher. Todos os membros pertenceriam a uma verdadeira família espititual, apoiada por uma regra e colocada sobre a proteção de uma virgem mártir: "Santa Úrsula".

A fundação da companhia de Sta. Úrsula realiza-se no dia 25 de Novembro de 1535.

Ângela morre no dia 27 de Janeiro de 1540 em Bréscia.

Developed by PlaneStone
Copyright © 2017 - Ursulinas da União Romana.
Proibida a cópia total ou parcial sem prévia autorização. Todos os direitos reservados.